domingo, 18 de março de 2012

pensando em donato

longe de nós sermos perfeitos: quantas vezes erramos! eu tou assim: errando agora mesmo, tão triste, perdida, desenganando a vida, sinistra visão do amanhã escuro. e nos sonhos sou orgasmos, reinos mágicos, alegrias inestimáveis, curas eternas na mansa imensidão da felicidade de um buda. e nos dias, a mesma inumana exaustão: o mundo e seu meio termo do tédio: sem remédio, só esse dia que passa, esse cotidiano morno, coisas de quem não sorri demais e nem se entrega a prantos.
que somos? senão planos. algo que se desrealiza nesse exato momento.
então não percamos tempo! o vento já veio foi de longe, com notícias antigas. viremos o barco na direção do mar e furemos a maré baixa: todos os oceanos nos esperam.

in.: as mensagens do facebook

Um comentário:

Daniel disse...

Lembrei disso:

"Eu tava triste, tristinho
Mais sem graça
Que a top-model magrela
Na passarela
Eu tava só, sozinho
Mais solitário
Que um paulistano
Que um canastrão
Na hora que cai o pano
Tava mais bôbo
Que banda de rock
Que um palhaço
Do circo Vostok..."

E também disso
http://scienceblogs.com.br/cognando/2012/03/se-voce-e-forever-alone-o-facebook-nao-vai-te-ajudar/